são paulo

Conferência Ethos 2018

Há duas décadas o Ethos trabalha para incentivar práticas sustentáveis e responsáveis nas empresas na busca por uma sociedade mais justa e sustentável. Em comemoração a este repertório, a Conferência Ethos 20 Anos vai relembrar fatos importantes da história do Instituto e avançar ainda mais no seu propósito: construir diálogos entre diversos setores da sociedade sobre temas transversais à sustentabilidade, sem deixar de lado as realidades regionais.

Justiça de SP suspende serviço de limpeza urbana da capital

Prefeitura vai recorrer da decisão; segundo a pasta o contrato emergencial é necessário já que a licitação dos serviços de limpeza urbana está suspensa pelo TCM

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) suspendeu nesta quinta-feira, 17, em decisão liminar, a contratação emergencial de serviços de limpeza pública da capital paulista.

1.098 imóveis ociosos em SP ignoram alerta e ficam sujeitos a IPTU mais caro

Número representa 85% dos endereços vazios já notificados pela prefeitura

Mariana Zylberkan - Folha de S. Paulo

Da esquina das avenidas Ipiranga e São João, no centro de São Paulo, dá para ver as janelas empoeiradas do edifício Independência. Os espaços vazios na fachada onde deveriam estar instalados aparelhos de ar-condicionado e uma placa de aço escondendo o hall de entrada se somam às pistas de que o prédio de escritórios, tombado pela prefeitura, está desocupado há muito tempo.

Centro de SP é repovoado aos poucos, mas patina em ações de revitalização

Região tem oferta de transportes e cultura e lançamentos imobiliários

Angela Pinho - Folha de S. Paulo

Com a maior rede de transportes e equipamentos culturais da cidade, o centro de São Paulo vem sendo aos poucos repovoado e ganha novos estabelecimentos comerciais e gastronômicos. Ao mesmo tempo, contudo, ainda sofre com projetos inconclusos de revitalização.

De 2001 a 2017, a população do coração da cidade, nos distritos Sé e República, cresceu 27%, enquanto no resto da cidade o índice foi de 12%.

'Vamos desativar algumas ciclovias que só incomodam a população', diz Covas

Em entrevista à rádio Eldorado, prefeito de SP também diz que zeladoria urbana "não está a contento"

Juliana Diógenes, O Estado de S.Paulo

O novo prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), disse em entrevista à Rádio Eldorado na manhã desta sexta-feira, 27, que vai desativar ciclovias que não têm uso e admitiu que o serviço de zeladoria na capital paulista "não está a contento". Covas afirmou ter encomendado um estudo ao secretário municipal dos Transportes, João Octaviano, para mapear o uso das ciclovias na cidade.

Comissão de Finanças realiza 1ª Audiência Pública sobre a LDO nesta quarta-feira

THIAGO GOULART, DA REDAÇÃO - CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

A Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de São Paulo vai realizar a primeira Audiência Pública para debater o Projeto de Lei (PL) 167/18, de autoria do Executivo, que dispõe sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).  Essa Lei orienta a elaboração do Orçamento da cidade para o exercício de 2019. 

Oferta de transporte reflete a desigualdade

Estudo mostra que 1 em cada 5 moradores da Grande SP mora perto de uma estação

Mariana Barros , Especial para o Estado

Apenas um em cada quatro paulistanos tem o privilégio de morar perto de uma estação de transporte de público. Quando se analisa a população da região metropolitana, somente uma em cada cinco pessoas tem a mesma sorte. E, na maioria dos casos, elas se encaixam no perfil de renda média ou alta, enquanto as de baixa renda dependem de percorrer distâncias muito maiores até conseguirem ser atendidas pela rede pública. 

Mortes no trânsito em SP caem 7%, mas aumentam em 8 das 10 vias mais letais

Marginal Tietê registrou 20 mortes, 42,86% de aumento em relação a 2016. Avenida Teotônio Vilela registrou aumento de 90% e na Marechal Tito, o número de mortos dobrou.

Portal G1

O número de mortes nas vias da cidade de São Paulo caiu 7% de 2016 para 2017, mas aumentou em 8 das 10 vias mais letais da cidade, entre elas as marginais Tietê e Pinheiros, segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego divulgados nesta sexta-feira (13).