sabesp

Organizações da sociedade civil encaminham carta ao presidente da Sabesp

Documento, assinado por mais de 20 organizações, apresenta propostas para a revisão da estrutura tarifária da empresa

Confira abaixo a íntegra da carta:

São Paulo, 25 de abril de 2016.

Ao Exmo. Sr. Jerson Kelman Presidente da Sabesp

Com cópia para: Exmo. Sr. José Bonifácio de Souza Amaral Filho, Diretor de Regulação Econômico-Financeira e de Mercados da Arsesp 

REF.: PROPOSTAS PARA A REVISÃO DA ESTRUTURA TARIFÁRIA DA SABESP 

Prezado Sr. Jerson Kelman, 

Sem bônus, sem água e com aumento de tarifa

* por Edson Aparecido da Silva

A população do Estado de São Paulo foi surpreendida recentemente com a notícia de um aumento na conta d’água de 8,45% a partir do mês de maio, calculado com base na variação do IPCA no período de março de 2015 a março de 2016 que foi de 9,37%, descontando um fator chamado “fator de eficiência” de 0,94%, chega-se ao reajuste.

Agência autoriza fim da sobretaxa na conta da água da Sabesp

Folha de S. Paulo

A Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo) autorizou o fim da sobretaxa nas contas de água da Sabesp, empresa paulista de saneamento, na Grande São Paulo.

O pedido de fim de sobretaxa foi feito pela Sabesp na última semana, juntamente com o anúncio do fim do bônus das contas. A empresa argumenta que com a recente melhora dos reservatórios que abastecem a Grande São Paulo, não há mais necessidade dos dois programas econômicos de incentivo à redução de consumo de água.

Mesmo 'sem crise', Sabesp deve cortar pela metade investimentos em esgoto

FABRÍCIO LOBEL - FOLHA DE S. PAULO

Mesmo após o governador Geraldo Alckmin (PSDB) ter "decretado" o fim da crise hídrica, a Sabesp, empresa paulista de saneamento, anunciou nesta terça-feira (29) que pretende cortar pela metade os investimentos em esgoto no Estado de São Paulo.

Sabesp quer acabar com multa e bônus em conta

Com o fim da crise, companhia pede encerramento da Política de Incentivo à Redução do Consumo; mudança pode ocorrer em maio

ALINE BRONZATI - AGÊNCIA ESTADO

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) solicitou à Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) o cancelamento, a partir de maio, do Programa de Incentivo à Redução do Consumo de Água. A iniciativa oferece desconto para os que economizam água, via bônus, e ainda cobra tarifas de contingência (multas) para quem eleva o consumo.

Promotoria move ação contra gestão Alckmin e Sabesp por improbidade

POR FABRÍCIO LOBEL - FOLHA DE S. PAULO

A gestão Geraldo Alckmin (PSDB) e a Sabesp, empresa paulista de saneamento, são alvos de uma ação do Ministério Público Estadual por improbidade administrativa. A irregularidade, segundo a Promotoria, está na renovação das regras de captação de água do sistema Alto Tietê, no início da crise hídrica que ainda castiga a Grande São Paulo.

Promotoria pedirá esclarecimentos à Sabesp e gestão Alckmin sobre Billings

POR FABRÍCIO LOBEL, DE SÃO PAULO - Folha de S. Paulo

O Ministério Público Estadual pedirá esclarecimentos à gestão Geraldo Alckmin (PSDB) e à Sabesp sobre a captação além do estabelecido em norma pelo DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica).

Sabesp descumpre limite e capta mais água da poluída Billings

Por Fabrício Lobel

Em desacordo com norma estadual, a gestão Geraldo Alckmin (PSDB) está captando mais água do que deveria da poluída represa Billings, na zona sul de São Paulo.

Portaria do órgão regulador impõe limite de 2.190 litros de água por segundo na média anual que a Sabesp pode retirar da Billings para transferir ao sistema Guarapiranga, que abastece mais de 5 milhões de pessoas.

Mas, desde janeiro, a empresa tem captado 40% a mais –em torno de 3.800 litros de água por segundo.