pedestres

Cidade de SP registra 883 mortes no trânsito em 2017, redução de 7%; pedestres lideram o ranking de vítimas

Em todo o ano passado, 395 pedestres morreram, 1,5% a mais do que em 2016, segundo dados do Infosiga, órgão estadual que contabiliza as mortes no trânsito.

Por G1 SP, São Paulo

A cidade de São Paulo registrou 883 mortes resultantes de acidentes de trânsito no ano de 2017, segundo dados do Infosiga, site do governo estadual que concentra estatísticas de óbitos no trânsito. O número é 7,1% menor que o registrado no ano de 2016, quando ocorreram 950 óbitos.

Eis uma solução barata para melhorar as calçadas do Brasil em 2018

Por Leão Serva - Folha de S. Paulo.

Quem nunca tropeçou em buracos ou irregularidades em nossas calçadas atire a primeira pedra. Não é possível esconder o fato de que os passeios públicos no Brasil são um horror, uma prova de descaso dos governos e discriminação social com os mais pobres, que formam uma maioria ainda maior quando se trata de pedestres. E além deles, também idosos, pessoas com mobilidade reduzida e todos que decidiram não usar os carros.

Pedestres e ciclistas poderão ser multados a partir de 2018

Punição estava prevista no Código de Trânsito de 1997, mas nunca foi praticada porque não havia regulamentação. Até agora.

Portal G1

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) publicou nesta sexta-feira (27) um resolução que define as regras de multas para pedestres e ciclistas que andarem fora das áreas permitidas. A medida começa a valer em 180 dias.

As punições já estavam previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), de 1997, mas nunca foram praticadas porque não havia regulamentação de como seriam feitas.

Ciclistas e pedestres puxam alta de mortes no trânsito na cidade de SP

FABRÍCIO LOBEL - FOLHA DE S. PAULO

A cidade de São Paulo já acumula entre janeiro e julho deste ano 552 mortes no trânsito (ou 2,38 por dia). O número é cerca de 2% maior em relação ao mesmo período do ano passado. O número de ciclistas, pedestres e motociclistas mortos impulsionaram essa alta. Os dados são do Infosiga, do governo do Estado.

Pedestres não são prioridade, mostram mortes no trânsito

LEANDRO NOMURA - COLABORAÇÃO PARA A FOLHA DE S. PAULO

Entre fevereiro e abril deste ano, a cidade de São Paulo registrou um aumento de 37% no número de mortes por atropelamento em comparação ao mesmo período de 2016, de acordo com dados do governo paulista.

A falta de segurança para pedestres e ciclistas, na opinião de Letícia Lemos, diretora da associação de ciclistas Ciclocidade, está relacionada ao modelo de mobilidade urbana brasileiro, que segundo ela é centrado no uso do carro.

Doria esvazia programa de Haddad que veta carro em ruas aos domingos

ARTUR RODRIGUES E LEANDRO MACHADO

Sem alarde, a gestão do prefeito João Doria (PSDB) esvaziou um programa que prevê transformar ruas em espaços de lazer aos domingos e feriados –com liberação das pistas para os pedestres e fechamento para os carros.

Com alta em morte de pedestre, Doria anuncia maior tempo de travessia

ARTUR RODRIGUES - FOLHA DE S. PAULO

Após aumento de atropelamentos em 2017, a gestão João Doria (PSDB) anunciou nesta terça (2) que pretende estender em 20% o tempo de travessia para pedestres programados nos semáforos da capital paulista.

O anúncio ocorreu durante evento de lançamento de políticas do Maio Amarelo, voltadas a segurança no trânsito, com várias ações educativas, incluindo para o pedestre.

Doria quer grade e recuo de faixa de pedestre em acessos das marginais

Após decidir manter o limite de velocidade de 50 km/h em parte da pista local das marginais Tietê e Pinheiros, o prefeito eleito João Doria (PSDB) pretende colocar grades em calçadas e mudar a posição das faixas de pedestres nos acessos a essas vias com a justificativa de evitar atropelamentos e acidentes.

A ideia é recuar os pontos de travessia dessas ruas e avenidas para lugares mais distantes das esquinas com as marginais –considerados menos perigosos pelo tucano.