governo

O que bons prefeitos fazem em 100 dias de governo

Para um novo governo, os 100 primeiros dias de gestão são decisivos para se conectar com cidadãos - mas nem todos são eficazes nisso

Por Bárbara Ferreira Santos, da revista Exame 

As gestões municipais completam cem dias de mandato nesta semana. Nesse período, metas foram traçadas para os próximos anos de governo e os primeiros balanços foram divulgados.

Mas, no meio de tanta informação divulgadas pelas prefeituras, no que é preciso prestar atenção? O que bons prefeito fazem nesse período? 

Alckmin avalia nova licitação em 'linha das universidades' do metrô de SP

RODRIGO RUSSO - FOLHA DE S. PAULO

O governo Geraldo Alckmin (PSDB) já considera promover uma nova licitação para levar adiante a construção e operação da linha 6-laranja do metrô. As obras estão paradas, e as empresas hoje responsáveis pela empreitada estão com dificuldades em obter empréstimos de longo prazo.

Aposentadorias disparam, e Polícia Civil de São Paulo encolhe

POR ROGÉRIO PAGNAN - FOLHA DE S. PAULO

Os pedidos de aposentadoria de policiais civis de São Paulo tiveram uma explosão de mais de 800% em dez anos e agravaram a falta de equipes para investigar crimes.

Neste ano, apenas até agosto, 1.260 escrivães, investigadores e delegados pediram desligamento, contra 139 solicitações em 2006 inteiro.

Como não há reposições na mesma escala, isso significa um encolhimento da polícia investigativa –que perdeu uma em cada seis vagas preenchidas nesse período.

Gestores do Bom Prato ameaçam fechar restaurantes

Eles alegam estar à beira de um ‘colapso financeiro’ por falta de recurso; Estado sugere trocar itens mais caros do cardápio popular

FELIPE RESK - O ESTADO DE S.PAULO

Entidades responsáveis por administrar restaurantes do Bom Prato, programa estadual que oferece refeições a R$ 1, ameaçam encerrar as atividades em São Paulo. Em uma carta-manifesto com 20 assinaturas, um grupo de gestores afirma que está à beira de um “colapso financeiro” e oferece “alimentação de qualidade inferior ao padrão”, por falta de recurso.

Alckmin amplia proposta e agora quer 'privatizar' 25 parques de São Paulo

THAIS ARBEX - FOLHA DE S. PAULO

Com o argumento de que, em meio à crise econômica, atrairá investimentos para o Estado, o governo Geraldo Alckmin (PSDB) pretende conceder à iniciativa privada 25 parques paulistas.

O projeto, que tramita na Assembleia Legislativa desde 2013, foi desengavetado, ampliado (inicialmente, previa só 3 parques) e está pronto para ser votado. Deve ser aprovado por maioria pelo plenário da Casa nesta terça (7). Ele autoriza o governo a conceder a exploração dos serviços ou o uso, total ou parcial, dos parques à iniciativa privada por até 30 anos.