conselheiros participativos

Prefeitura inicia quarta etapa de discussão da Lei Orçamentária Anual para 2017

POR ELDER FERRARI - DA WEB RÁDIO CÂMARA

Dando continuidade ao Ciclo Participativo de Planejamento e Orçamento, a Prefeitura de São Paulo começou nesta segunda-feira (29/8), a quarta etapa da discussão da Lei Orçamentária Anual para 2017.

Foram debatidas propostas para as Secretarias de Políticas para as Mulheres, Direitos Humanos e da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social no Auditório Prestes Maia, do Palácio Anchieta.

Haddad regulamenta ônibus de graça para conselheiros participativos

De acordo com prefeitura, os 1162 conselheiros poderão contar com seis cotas por mês com oito embarques por dia de uso

ADAMO BAZANI - BLOG PONTO DE ÔNIBUS

Os 1162 conselheiros participativos, que são eleitos nas regiões das 32 subprefeituras de São Paulo, vão poder usar ônibus municipais de graça contanto com seis cotas mensais.

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, por meio do decreto 56.933, regulamentou o artigo 1116.235, de 2 de julho de 2015, relativo à gratuidade de passagens de ônibus para os conselheiros participativos municipais.

Tribunal de Contas do Município promove ciclo de palestras para conselheiros participativos

ESCOLA SUPERIOR DE GESTÃO E CONTAS PÚBLICAS CONSELHEIRO EURÍPEDES SALES DO TRIBUNAL DE CONTAS DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

CICLO DE PALESTRAS PARA O CONSELHO PARTICIPATIVO MUNICIPAL

Objetivo: Fornecer subsídios para a compreensão da estrutura, planejamento, execução orçamentária e prestação de contas na Cidade de São Paulo, contextualizando-a em relação à organização do Estado e importância da transparência e do Controle Social.

O ciclo será composto de cinco encontros:

Conselheiros participativos ajudam a desenvolver aplicativo de monitoramento do Plano de Metas

Por Airton Goes

 

Pesquisadores do Center for Civic Media do Massachusetts Institute of Technology (MIT) promoveram esta semana três reuniões de trabalho com representantes da sociedade civil, na capital paulista. As atividades tiveram como foco a elaboração de um aplicativo para celular destinado ao monitoramento do Programa de Metas da cidade. A ferramenta, a ser disponibilizada aos conselheiros participativos e cidadãos, está sendo desenvolvida pelo MIT, em parceria com a Rede Nossa São Paulo.