água

Relator da ONU cita SP e declara que clima não é desculpa para falta d'água

Brasileiro no cargo desde 2004 aponta falta de planejamento e desigualdade

Natália Cancian e Fabrício Lobel - Folha de S. Paulo

Embora mudanças climáticas possam intensificar crises hídricas, dizer que foi pego de surpresa por elas não é uma desculpa aceitável, diz o relator especial da ONU para o direito humano à água e ao saneamento, o brasileiro Leo Heller, 62, no cargo desde 2014. 

Novo 'gatilho' para reajustar água em SP será discutido, diz secretário de Recursos Hídricos

De acordo com Benedito Braga, a medida tem objetivo de manter a saúde financeira da Sabesp, mas deve levar em conta também 'questões de incentivo ao uso racional'

Isabela Palhares, O Estado de S. Paulo

O secretário de Recursos Hídricos e Saneamento do Estado de São Paulo, Benedito Braga, disse neste sábado, 3, que o novo “gatilho” para reajustar a tarifa de água e esgoto ainda será discutido. A medida, segundo ele, deve levar em conta “questões de incentivo ao uso racional”. 

Em bairros mais distantes de São Paulo, torneiras ainda secam à noite

FABRÍCIO LOBEL - FOLHA DE S. PAULO

Baldes cheios de água pela casa e torneiras secas à noite são cenas que, com o fim da crise hídrica em São Paulo, podem estar apenas na memória da maioria dos paulistas. Em alguns bairros da Grande São Paulo, no entanto, a rotina da estiagem e racionamento continua até hoje.

Desperdício de água chega a 31,4% em SP e já supera os anos pré-crise hídrica

De acordo com dados da Sabesp, entre janeiro e setembro foi perdido o equivalente a quatro represas do Guarapiranga com vazamentos na rede e fraudes

Fabio Leite, O Estado de S. Paulo

Menos de um ano após o término declarado da crise hídrica paulista, o desperdício de água tratada registrado pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) voltou a crescer. E já supera os índices de perdas medidos antes do início da seca histórica e do racionamento ocorridos entre 2014 e 2015. 

Por serviço não prestado, Sabesp ganha R$ 813 milhões

Valor, arrecadado pela companhia ao longo de 2014, decorre da cobrança mínima compulsória de 10 mil litros, mesmo se consumo real for menor

Fabio Leite, O Estado de S. Paulo