Cidades em que o Programa de Metas é obrigatório por lei

Depois de São Paulo, outras cidades brasileiras aprovaram no Legislativo a lei que institui o programa de metas. De acordo com levantamento da Rede Nossa São Paulo, a relação das cidades é, por Estado:

 

Bahia: Euclides da Cunha, Eunápolis, Ilhéus

Espírito Santo: Vitória, Alegre

Goiás: Anápolis

Maranhão: Timbiras

Mato Grosso: Pontes e Lacerda

Mato Grosso do Sul: Dourados 

Minas Gerais: Belo HorizonteBetim, Formiga, Ipatinga, Itabira, Itaúna, Ouro Branco e Uberaba

Pará: Abaetetuba 

Paraíba: João Pessoa

Paraná: Londrina, Ponta Grossa e Foz do Iguaçu

Rio de Janeiro: Niterói, Rio de Janeiro, Teresópolis

Rio Grande do Sul: Canoas, Carazinho e Porto Alegre

Santa Catarina: Florianópolis, ItapemaJoinville

São Paulo: Barra Bonita, Bragança Paulista, Campinas, CosmópolisFernandópolis, Holambra, Itapeva, LimeiraLouveira, Mauá, Mirassol, Penápolis, Ribeirão Bonito, Ribeirão PretoSão Carlos, São José do Rio Preto, SantosSão Paulo, Taubaté, Jaboticabal Jundiaí

 

Cidades que aprovaram a Lei das Metas na América Latina:

Mendoza, Maipú, San Martín de los Andes e Córdoba (Argentina)
Assunção (Paraguai)
Trujillo (Peru)

 

Cidades que apresentaram o Plano de Metas na gestão passada (2013-2016):

Minas Gerais: Belo HorizonteBetimFormiga Ipatinga 

Paraíba: João Pessoa

Rio de Janeiro: Niterói Rio de Janeiro

São Paulo: Bragança PaulistaCampinasHolambraJundiaíLouveiraSão CarlosSão José do Rio Preto e São Paulo