"Lei contra som alto em carros é aprovada" - Folha de S.Paulo

 
 

Câmara também libera a criação de cargos
DE SÃO PAULO

A Câmara aprovou ontem projeto que proíbe o uso de aparelhos de som portáteis ou instalados em carros estacionados que emitam som superior a 50 decibéis --o equivalente a uma conversa em voz alta numa sala, mas suficiente para acordar alguém em sono profundo.

Se sancionada pelo prefeito Fernando Haddad (PT), a proibição valerá das 22h às 8h, diariamente. Quem desrespeitar pode ser multado em R$ 1.000, valor que dobra em caso de reincidência e quadruplica na terceira vez. A proposta, dos vereadores Coronel Camilo (PSD), Dalton Silvano (PV) e do atual senador Antonio Carlos Rodrigues (PR) foi aprovada em segunda votação e visa dar fim aos bailes funk na cidade.

Os espaços proibidos são calçadas, ruas, praças ou estacionamentos particulares. Carros em movimento estão livres da proibição.

Na mesma sessão de ontem, a Câmara também aprovou, em segunda votação, a criação de 348 cargos para a formação de novas secretarias do prefeito Fernando Haddad. A medida deve gerar gastos extras de R$ 24 milhões por ano.

Leia também:

Câmara veta carro com som alto em SP

Carro com som alto poderá ser multado em R$ 1.000


Veja mais Notícias