Porto Alegre vai sediar seminário sobre os dez anos do Fórum Social Mundial

 
 

 

Entidades e movimentos comprometidos com o FSM desde seu nascimento vão promover um seminário, em janeiro de 2010, com o objetivo de avaliar os dez anos do Fórum Social Mundial e projetar possíveis caminhos futuros. O “Fórum Social Porto Alegre Dez Anos” será lançado em um evento na capital gaúcha nesta quinta-feira (23/4). O evento surge em um diálogo com a sociedade civil gaucha e com o apoio de diversos governos municipais da região metropolitana de Porto Alegre.

O Fórum Social Porto Alegre Dez Anos consistirá de duas iniciativas paralelas, um seminário de reflexão sobre o processo FSM, organizado por algumas entidades e redes promotoras do FSM, e um Fórum Social auto-organizado, que deverá ocorrer em várias cidades da região metropolitana de Porto Alegre, organizado por um grupo de entidades e movimentos sociais do Rio Grande do Sul.

O seminário está voltado para lideranças dos movimentos sociais e das redes, membros do Conselho Internacional, intelectuais identificados com o Fórum e representantes dos comitês organizadores de fóruns. A presença dos convidados para o seminário na região deverá estimular o conjunto de atividades que serão propostas para a parte auto-organizada do "Fórum Social Porto Alegre Dez Anos".

O seminário é uma atividade simultaneamente comemorativa e prospectiva, uma reflexão não só sobre a experiência passada, mas principalmente um debate sobre o futuro. Pretende recolher os debates dos comitês organizadores dos Fóruns, que poderão trazer suas reflexões e propostas sobre o processo para serem debatidas conjuntamente, enriquecidas e depois inseridas nas instâncias do FSM.

É também uma aposta na vitalidade do processo no próximo período, devendo estimular e impulsionar o Fórum Social Mundial 2010, que se desdobrará em um calendário ao longo do ano: o Fórum Temático “Crise de civilização” no primeiro trimestre, na Região Andina; o Fórum Social dos EUA, em julho; o Fórum Social Europeu, que ocorrerá em Istambul, em setembro de 2010; e o próprio Fórum Social Mundial 2011, que ocorrerá, como evento centralizado, na África, em janeiro de 2011. De acordo com os organizadores,“Porto Alegre Dez Anos” será uma oportunidade de estabelecer um nexo de continuidade ao longo do processo, acumulando propostas e reflexões, estimulando e subsidiando os eventos que virão depois como um processo contínuo.

Uma retrospectiva

O FSM foi, no decorrer de uma década, se modificando, sem perder sua identidade original – a de um espaço de auto-organização das entidades e movimentos da sociedade civil que se colocam o objetivo de lutar por outro mundo, em que as mazelas da globalização neoliberal sejam superadas. O Fórum saiu de Porto Alegre para realizar-se nos diferentes continentes e voltar, este ano, à Belém, na Amazônia brasileira. Passou a se realizar não apenas como evento mundial, mas também através de fóruns continentais, nacionais e locais. Fóruns temáticos foram igualmente organizados em diversas partes do planeta.

Ao longo deste período, esta iniciativa de aglutinação, mobilização e articulação da sociedade civil global, mudou a paisagem política do mundo. Nascido na contraposição ao Fórum Econômico Mundial, organizado a cada ano em Davos, na Suíça, na mesma data, o FSM teve um papel central em quebrar o “pensamento único”, dialogar com o então nascente movimento altermundialista e oferecer um espaço de troca de experiências, construção de campanhas e debate de alternativas.

 


Veja mais Notícias