Secretário diz que mais de 50% das crianças não praticam esporte

MARIA RITA WERNECK, DA TV CÂMARA

O secretário municipal de Esportes, Jorge Damião, participou na quarta-feira (15/3) da reunião da Comissão de Educação, Cultura e Esporte da Câmara para apresentar os projetos da prefeitura para 2017, entre eles o programa São Paulo, uma Cidade Ativa, que pretende aumentar em 10% a taxa de atividade física na Capital e ampliar o número de jovens que praticam 3 horas de exercícios semanais.

“O projeto São Paulo, uma Cidade Ativa surgiu em virtude de estudo feito, que inclusive muito nos assustou. Por exemplo, São Paulo é a última colocada em atividade física entre as capitais. Mais de 50% das nossas crianças não praticam nenhum esporte. Então, se não tomarmos cuidado, teremos em breve uma legião de obesos”, disse o secretário.

O vereador Celso Jatene (PR) discordou dos dados. “Tem muita gente praticando esporte na cidade. Você sabe que a ciclofaixa de lazer, não a ciclovia, a ciclofaixa de lazer é aquela instalada nos domingos reúne centenas de milhares de pessoas em um domingo de sol. Acho que está errado isso aí”, disse.

Ao todo, oito projetos que incentivam a prática de esportes e ampliam as opções de lazer na Capital foram apresentados pelo secretário, entre eles o ‘Rua Lazer Musical’, que levará música para diversas regiões. Segundo Damião, uma parceria com a iniciativa privada ajudará a reduzir os custos da prefeitura nestas ações.

Para a vice-presidente da Comissão, vereadora Aline Cardoso (PSDB), a integração dos trabalhos com outras secretarias também otimizará os recursos. “Ao unir iniciativas de várias secretarias você tem uma maximização de recursos, sejam eles humanos ou financeiros”, disse a vereadora.

Matéria publicada no portal da Câmara Municipal de São Paulo.