Prefeitura se compromete a realizar 33 audiências públicas devolutivas sobre o Plano de Metas

Durante processo participativo, população apresentou mais de 20 mil sugestões e contribuições – um recorde alcançado também por estímulo de organizações como a Rede Nossa São Paulo e a Cidade dos Sonhos 

Por Airton Goes, da Rede Nossa São Paulo

O secretário municipal de Gestão, Paulo Uebel, acatou a sugestão da Rede Nossa São Paulo de realizar 33 audiências devolutivas – uma em cada prefeitura regional e uma geral –, para informar à população sobre as propostas e sugestões apresentadas no processo de elaboração do Programa de Metas 2017-2020.

De acordo com Uebel, as informações sobre datas e locais das audiências serão divulgadas nas próximas semanas. 

As audiências devolutivas deverão ocorrer depois da apresentação da versão final do Programa de Metas, cuja entrega está prevista o dia 30 de junho.

A sugestão para a realização dos eventos foi apresentada por Jorge Abrahão, coordenador-geral da Rede Nossa São Paulo, e Américo Sampaio, gestor de projetos da organização, ao secretário durante reunião ocorrida na última quinta-feira (11/7).

Na avaliação de Jorge Abrahão, as audiências públicas devolutivas são uma oportunidade para a Prefeitura apresentar á população o Programa de Metas já regionalizado. “Isso será muito importante para integrar a população local, bem como as prefeituras regionais, aos objetivos propostos pelo plano até 2020”, ponderou. 

 
Mais de 20 mil sugestões e contribuições 

Na ocasião, o secretário de Gestão informou que a fase de consulta pública do Programa de Metas contou com a participação de aproximadamente 7.800 pessoas, que apresentaram mais de 20 mil sugestões e contribuições para o aperfeiçoamento do plano. 

“Essa é a maior participação popular para o Programa de Metas, desde a sua implementação, em 2009”, afirmou Paulo Uebel.

O secretário reconheceu que organizações como a Rede Nossa São Paulo e a Cidade dos Sonhos, que estimulam a participação dos paulistanos na elaboração do Plano de Metas, tiveram um papel importante para que esse recorde fosse alcançado.

Nesta terça-feira (16/5), a Secretaria Municipal de Gestão, divulgou nota confirmando os dados sobre a participação popular no processo.

A nota lembra que, durante a fase de consulta pública do Plano de Metas, a Prefeitura disponibilizou duas plataformas digitais para receber as contribuições da sociedade: o site programademetas.prefeitura.sp.gov.br, onde os paulistanos puderam expor seus sonhos para a cidade ou seu bairro; e o planejasampa.prefeitura.sp.gov.br, no qual os internatas tinham acesso às metas propostas pela gestão municipal, com a possibilidade de comentá-las. 

As plataformas digitais ofereceram uma alternativa para as pessoas que não pudessem comparecer a uma das 39 audiências públicas realizadas em abril. Também foi possível contribuir por e-mail, ofícios e cartas.

A Secretaria Municipal de Gestão informa que já iniciou a fase de análise e tabulação de todas as contribuições recebidas Em seguida, enviará a cada secretaria responsável pelo tema exposto pelo cidadão. 

“Entre as áreas que mais citadas estão Educação, Cultura, Mobilidade e Transportes, Habitação, Saúde e Meio Ambiente”, destaca o texto da secretaria.  

A regionalização do Programa de Metas também é realizada nesta fase. Isso significa que os pontos mais abordados em cada região serão considerados para ações e projetos implantados em cada prefeitura regional.

“A população fez a sua parte e o trabalho continua. Após a fase de análise das sugestões, a equipe incluirá pontos como orçamento, regionalização e definirão indicadores para acompanhamento e balanços de monitoramento”, explica Paulo Uebel. 

Vídeos das audiências públicas estão disponíveis

As audiências temáticas e as realizadas nas 32 prefeituras regionais, bem como as duas audiências gerais, já estão disponíveis na internet, pela página do Youtube da Secretaria Municipal de Gestão.

As fotos desta reportagem são de Vander Ramos, Thalita Monte Santo e Ariane Gomes - do portal 32 x SP