Prefeitura de São Paulo promove seminário sobre transparência e controle social do Plano de Metas

Evento será realizado na próxima terça-feira (27/3) em parceria com Rede Nossa São Paulo, Cidade dos Sonhos e TCM

Nesta terça-feira (27/3), das 10h às 12h, a Prefeitura de São Paulo realizará o seminário “Programa de Metas em Debate – Transparência e Controle Social”, em parceria com a Rede Nossa São Paulo; o projeto Cidade dos Sonhos; e o Tribunal de Contas do Município (TCM). 

O objetivo é apresentar a plataforma PlanejaSampa e debater estratégias para melhorar a publicação e comunicação dos resultados do Programa de Metas 2017-2020. 

O evento será aberto ao público, sem necessidade de inscrição prévia, no Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1000, Sala Jardel Filho).

Confira a programação, ainda sujeita a alterações:

• Prefeitura de São Paulo – Apresentação detalhada do PlanejaSampa e da metodologia do Programa de Metas 2017 – 2020;
• Rede Nossa São Paulo – Histórico do Programa de Metas e importância das ferramentas de transparência e controle social;
• Cidade dos Sonhos – Estratégias de campanha para engajamento dos cidadãos (síntese do relatório “Metas para São Paulo”);
• Tribunal de Contas do Município – Papel do TCM no monitoramento externo do Programa de Metas.

O PlanejaSampa (http://planejasampa.prefeitura.sp.gov.br/) foi criado em 2014 e aprimorada na atual gestão, para permitir o acompanhamento da evolução dos indicadores e da conclusão dos marcos previstos para todas as 53 Metas, 71 Projetos e 487 Linhas de Ação do Programa de Metas 2017-2020. Na plataforma, os cidadãos têm acesso às informações quantitativas dos valores projetados e executados das Metas e Linhas de Ação e, também, a detalhamentos importantes orientados a facilitar a compreensão do conteúdo apresentado (como fichas técnicas, tabelas, gráficos e informações adicionais, de caráter mais qualitativo).

O Programa de Metas é o instrumento que desde 2008 organiza, de forma clara e transparente, as prioridades da Prefeitura nos quatro anos de mandato. A inserção do Programa na Lei Orgânica do município de São Paulo foi uma conquista dos movimentos organizados da sociedade civil.

Matéria publicada no portal da Prefeitura de São Paulo.