Esperômetro começa a funcionar em São Paulo

Aplicativo Coletivo, em parceria com a Rede Nossa São Paulo e o MobiLab, lança ferramenta que calcula o tempo de espera no ponto de ônibus 

Quanto tempo o paulistano espera pelo ônibus nos pontos da capital? O Esperômetro, ferramenta desenvolvida pelo Aplicativo Coletivo, começa a funcionar nessa segunda, 21 de novembro, e medirá esse tempo com a colaboração das pessoas que usam o transporte público no município. 

Para participar e acompanhar o processo, os paulistanos devem baixar o Aplicativo Coletivo na Google Play gratuitamente - disponível no link https://goo.gl/Vme4eF - e utilizá-lo em sua rotina de deslocamento pela cidade. Os dados fornecidos traçarão um painel dos tempos de espera dos passageiros nos pontos de ônibus por subprefeituras e, futuramente, até mesmo por distritos.  

Esses dados serão importantes para avaliar e qualificar permanentemente o transporte público em São Paulo, além de ajudar os passageiros com informações cada vez mais precisas sobre horários de chegada dos ônibus nos pontos. 

"A falta de informações sobre o transporte público interfere no dia a dia de milhares de pessoas que dependem deste meio para se locomover. Nosso objetivo é utilizar o conhecimento dos passageiros, em conjunto com outras informações de transporte já disponíveis, para desenvolver soluções e ferramentas que auxiliem na resolução de problemas", avalia Ivo Pons, do Aplicativo Coletivo. 

De acordo com dados da Rede Nossa São Paulo, parceira nessa iniciativa, a criação deste novo indicador a partir da geolocalização dos usuários do aplicativo contribui de forma significativa para que a cidade ganhe indicadores de mobilidade precisos e regionalizados. "A partir de agora, poderemos saber, de maneira inédita, como a desigualdade em São Paulo se reflete também na mobilidade do paulistano. Parcerias como esta são fundamentais para nosso trabalho de mobilização e de incidência política", justifica Oded Grajew, coordenador geral da Rede Nossa São Paulo. 

Os dados do Esperômetro serão divulgados em relatórios mensais e poderão ser conferidos no próprio Aplicativo Coletivo. Um painel de visualização ficará disponível no MobiLab, o Laboratório de Mobilidade Urbana da Prefeitura de São Paulo, que implementa programas para hospedar startups em seu espaço de coworking e aproxima-las do setor público, com a finalidade de gerar inovação à política de mobilidade e melhorar os serviços à população. 

Segunda Ciro Biderman, Coordenador do MobiLab, "o Esperômetro vem somar mais dados de mobilidade àqueles que já trabalhamos e poderá nos ajudar a melhorar a qualidade do serviço de transporte por ônibus. E quanto mais gente usar o app, melhor será a qualidade deste dado".

O Aplicativo Coletivo já informa ao passageiro, por geolocalização, quais as linhas que passam no ponto, o tempo previsto para a chegada dos ônibus e informações sobre eventos culturais e alertas. 

Disponível para celulares que utilizam o sistema Android - cerca de 85% dos passageiros de ônibus na capital têm esse tipo de aparelho -, o aplicativo em breve será disponibilizado também para o sistema iOS (iphones).

Clique aqui e ouça a entrevista com Ivo Pons para a CBN São Paulo.